Segundo o conceito de hierarquização e referência e contra-referência do SUS, para ser atendido numa unidade médica de alta complexidade do sistema público de saúde, como é o caso do Incor, o paciente deve ser encaminhado por outra unidade - hospitais de média complexidade, ambulatórios de especialidades e unidades básicas de saúde.

Nessas unidades, o paciente se submete aos primeiros exames clínicos e de diagnóstico.

Com isso, o médico avalia se ele necessita ou não dos serviços de saúde de um hospital de alta complexidade ou se deve seguir com o tratamento na própria unidade.

Caso o paciente precise da estrutura de alta complexidade do Incor, o médico preenche um encaminhamento por escrito para avaliação cardiológica no Incor.

Depois disso, o paciente poderá agendar sua consulta via Call Center da Secretaria de Estado da Saúde